AeroEntusiasta :: O "BEM-TE-VI" DA PASSAREDO

O "BEM-TE-VI" DA PASSAREDO


* Texto: Fábio Luís Fonseca #  Site AeroEntusiasta

A PASSAREDO LINHAS AÉREAS apresentou no final de maio o seu primeiro ATR72-600, matriculado PR-PDA (cn 1022). O "Papa-Delta-Alfa" recebeu o nome de batismo "Bem-Te-Vi", uma característica até então não adotada pela companhia. É um pequeno detalhe que pode passar despercebido para a maioria das pessoas, porém entre a comunidade de AeroEntusiastas é algo muito interessante e merecedor de registros.

Um pouco sobre o ATR no Brasil

O ATR chegou ao Brasil nos últimos dias de 1993, quando a antiga Pantanal ( aquela do "Tuituiu" ) recebeu o ATR42-300, prefixo PT-MFE (cn 295). A partir daí a companhia regional sul-mato-grossense operou uma significativa frota destes turboélices, totalizando uma dúzia de aeronaves até 2011, quando a TAM, atual proprietária da regional, resolveu abandonar os turboélices.

Após a introdução do modelo no Brasil, outras empresas começaram a voar os bimotores franceses. A Total recebeu o PT-TTL (cn 380) em meados de 1996, e no ano seguinte recebeu o pioneiro "Mike-Fox-Echo", que em 2008 passou para a frota da Trip.

Pouco expressivas no mercado, duas pequenas companhias operaram três ATRs em fretamentos corporativos, transporte de passageiros e cargas. A paulista Unex (Universal Express Linhas Aéreas) voou com duas aeronaves ex-Pantanal prefixos PT-MFF (cn 384) e MFG (cn 388) entre 10/1997 e 02/1999. Ela chegou a transportar cargas regularmente no voo UNEX5384/85 entre Viracopos/SP (VCP) e Porto Alegre/RS (POA), sob contrato para a norte-americana Fedex. Já a efêmera Atlântico Linhas Aéreas marcou presença no cenário brasileiro entre agosto e dezembro de 1995. Nos poucos meses de vida, a empresa mineira trouxe para o Brasil o ATR42-300, prefixo PP-ATV (cn 298). Como não logrou êxito nas operações, repassou a aeronave para a Total que por sua vez, em 2008 transferiu o "Alfa-Tango-Victor" para a Trip.



Falando em Trip, a empresa está entre as maiores, senão a maior operadora de aeronaves ATR do mundo. Desde o primeiro ATR42-300 prefixo PP-PTC (cn 035), a companhia recebeu quase quarenta aeronaves nas versõe 42-300, 42-500, 72-200, 72-500, 72-600.

Apesar de ser apresentado com novidade pela Passaredo, cabe salientar que a empresa operou aeronaves ATR entre 1998 e 1999. As aeronaves receberam as matrículs PP-PSF (cn 340) e PP-PSG (cn 300) e voaram regularmente nas rotas da empresa. Eram outros tempos, outra tecnologia de aeronave e outra Passaredo, que ainda ostentava pintura verde e os passarinhos da cauda. Hoje o novíssimo PR-PDA "Bem-te-vi" é um moderno 72-600, recebido diretamente da fábrica "zero quilômetro". Um avião totalmente atualizado com a tecnologia disponível, motores mais potentes e aviônicos de última geração. Uma nova máquina, para uma nova Passaredo!



Recentemente um ATR72-200 prefixo PR-AZT ex-Azul (cn 450) foi adquirido pelo Grupo Imetame, com sede em Vitória/ES. A aeronave foi vista no aeroporto das Goiabeiras/Vitória (VIX) em abril deste ano nas cores básicas do seu antigo operador, sem nenhuma identificação do grupo capixaba (nome ou logotipo). Este é o primeiro ATR privado a operar no país.

Como nem tudo são flores, três acidentes com perda total das aeronaves foram registrados nessas quase duas décadas de ATR no Brasil. A Pantanal perdeu duas aeronaves: PT-MFI em 1999 (Mucuri/BA) e PT-MFK em 2007 (Congonhas/SP) e a Total perdeu o PT-MTS em 2002 (Paranapanema/SP).

Algumas aeronaves mais antigas do modelo 42 estão sendo retiradas de serviço. O PP-ATV é um exemplo, pois foi retirado da malha da Trip em 30/03/12 e estocado no aeródromo de Amarais/SP (SDAM). O seu destino ainda é incerto, e não se descarta o desmanche. Por sua vez o PT-MFK (cn 225) ex-Pantanal teve um destino curioso. Em maio deste ano ele foi adquirido por um empresário da cidade de São Carlos/SP, que irá transformá-lo em suíte especial no seu motel.

O crescimento da frota de turboélices ATR no Brasil é uma das maiores no mundo, com mais de meia centena de aeronaves. Esse número será ultrapassado rapidamente, pois seguem as entregas do fabricante para os operadores no país, sobretudo para a Azul, Passaredo e Trip. Além dessas duas empresas, hoje os ATRs estão voando nas cores da Map, Passaredo e Total.



Aliando alta disponibilidade, custo operacional relativamente baixo, motores potentes e confiáveis, aviônicos atualizados, pouca necessidade de apoio externo de terra e alta disponibilidade, o ATR é uma excelente opção para o transporte tanto de passageiros quanto de cargas.

Como curiosidade, uma breve palavra sobre a ave Bem-te-vi (Pitangus sulphuratus - Linnaeus, 1766)

O bem-te-vi é uma ave passeriforme da família dos tiranídeos. É provavelmente o pássaro mais popular de nosso país, podendo ser encontrado em cidades, matas, árvores à beira d'água, plantações, pastagens, etc. Tem porte médio porte (entre de 20 e 25 cm de comprimento), possui o dorso pardo e a barriga amarela. No alto da cabeça preta, tem uma listra (sobrancelha) branca, acima dos olhos. A cauda e o bico são pretos. Este último é achatado, longo e um pouco curvado; a garganta (abaixo do bico) é branca. Ele possui um topete amarelo, normalmente pouco visível, porque eriça em determinadas situações.

( Fotos: Benito Latorre, Fábio Luís Fonseca, Frederico Cavalcante e Maurício Sato © )

---------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta enviando notícias, imagens ou sugestões para: 

fabio@aeroentusiasta.com.br ou msato@aeroentusiasta.com.br

---------------------------------------------------------------------------------


Comentários





Voltar














:: Parceiros

AEROFÓRUM


Flickr AE


Instagram AE


AE BLOG


CRONOLOGIA DA AVIAÇÃO COMERCIAL BRASILEIRA


CAVOK


Aviação Brasil


MUNDO AERONÁUTICO


AVIAÇÃO EM FLORIPA


UZ7


Runway15


:: Conecte-se!

RSS Feed Twitter Facebook

:: Equipe AeroEntusiasta

Idealizador
Fábio Luís Fonseca (POA)

Equipe
Arthur Amaral (CGR)
Bruno Sales (CGR)
Emerson S. Daniel (LDB)
Fábio Luís Fonseca (POA)
Francisco Malheiros (CGR)
Jonas Liasch (LDB)
Rosvalmir Afonso (CWB)

Site AeroEntusiasta
Desde: 28/05/2000
Ano: XI

Ninguém está autorizado a utilizar ou se apresentar em nome do Site AeroEntusiasta e do AeroFórum sem a expressa autorização e conhecimento da Equipe AeroEntusiasta.